Dicas para criar um ambiente saudável no seu condomínio durante a quarentena

O distanciamento social é fundamental na prevenção contra o coronavírus, o que levou muitas pessoas a passarem mais tempo em suas residências,

Com isso, o novo desafio dos síndicos e gestores de condomínios é manter a boa convivência e combater a disseminação do vírus de uma maneira tranquila e eficaz.

Além da mudança na rotina dos condôminos, também é preciso que o condomínio passe por adequações em termos de medidas de higiene e também de convívio.

Para trazer orientações práticas às administradoras e síndicos, preparamos um guia com as 07 principais dicas ajudar a manter um ambiente saudável durante a pandemia em seu condomínio. Confira:

1 – Recomendações para as áreas de lazer e uso comum

Neste momento, é indispensável que o síndico recomende aos condôminos algumas boas práticas nos espaços de uso comum.

Para que isso aconteça, podem ser estipuladas novas regras para evitar aglomerações, como a restrição de atividades em academias, áreas esportivas, salões de festas, playgrounds, piscinas etc.

Se a recomendação em relação a estas atividades não surtir efeito, medidas como o fechamento e proibição do uso dessas áreas podem ser viáveis, levando em consideração a preservação da saúde de todos.

2 – Adoção de novas medidas de higiene

Não é nenhuma novidade que todos os estabelecimentos devem adotar novas etiquetas de higiene e segurança, e os condomínios não são exceção.

O síndico deve orientar os moradoras com atitudes como não pegar o elevador com muitas pessoas, dando preferência ao uso das escadas.

Além disso, é primordial a disponibilização do álcool em gel no hall de entrada e nas imediações dos elevadores e garagens, bem como a higienização desses espaços por parte da equipe de limpeza e manutenção.

Os condôminos devem estar cientes de que o uso do álcool em gel é obrigatório sempre que forem abrir uma porta, subir as escada ou acionar os elevadores.

3 – Novas práticas nas assembleias e reuniões

Tendo em vista que o síndico deve priorizar a segurança dos moradores e evitar a aglomeração de pessoas, é preciso uma readequação nas assembleias e reuniões.

É recomendado o adiamento de encontros e reuniões presenciais. Neste caso,
o ideal é monitorar a evolução da doença e retomar assembleias apenas quando houver segurança.

Caso o assunto da reunião seja inadiável, é indicada a realização de assembleia virtual. Uma boa opção é contar com um aplicativo de administração condominial, disponibilizando informações importantes para os moradores.

4 – Ações de solidariedade

Enquanto muitos moradores ainda precisam sair para trabalhar, alguns estão no grupo de risco e precisam ficar em casa.

Para melhorar o convívio neste momento difícil, que tal estabelecer uma rede de apoio para a quem precisa? Nesta rede, os moradores podem se disponibilizar para fazer as compras e ajudar os idosos e pessoas mais vulneráveis ao vírus.

5 – Normas gerais para a boa convivência

Tendo em vista que um condomínio é feito por pessoas de diversos grupos e faixas etárias, o síndico precisa promover o bom senso entre os moradores para tornar o período de quarentena mais leve.

Reforce aos condôminos a importância de respeitar o toque de recolher e a Lei do Silêncio. Além disso, explique-os a importância de controlar o volume do som da TV, das músicas e até mesmo das conversas em janelas e varandas.

6 – Atenção às obras ou reformas

Monitorar a execução de obras e reformas no interior e exterior das propriedades é importante por dois principais motivos:

1) auxilia no controle do fluxo de entrada e saída de pessoas no condomínio, reduzindo as chances de propagação do vírus e

2) é uma demonstração de respeito às pessoas que estão trabalhando em casa, pois evita que os barulhos atrapalhem a concentração e as videoconferências.

7 – Informação é fundamental na prevenção

É essencial manter os moradores informados sobre as recomendações e novas medidas adotadas pelo condomínio no combate ao vírus.

Para isso, o síndico precisa contar com as tecnologias disponíveis comunicar os condôminos sobre as decisões tomadas em favor da coletividade.

Os cartazes, circulares e grupos em redes sociais e aplicativos são muito efetivos, mas correm o risco de não contemplar todos os comunicados importantes e não informar a todos os destinatários.

O sistema de gestão da Bonsenhor Condomínios é uma ferramenta de grande ajuda aos síndicos, pois centraliza todas as informações do condomínio e disponibiliza aos condôminos.

Com ele, ainda é possível criar votações, administrar processos e agilizar comunicados diretamente pelo smartphone do usuário.

Para conhecer mais sobre esse serviço, fale conosco.

Lembre-se de promover o bom convívio e preservar a saúde de todos nesse momento de crise e dificuldades. Compartilhe essas dicas com seus amigos e faça a sua parte.