Conheça 6 soluções para gerar renda extra durante a quarentena

A quarentena é uma medida necessária para diminuir o contágio da Covid-19. No entanto, essa medida impactou diretamente as finanças de muitos brasileiros, que agora precisam de alternativas para complementar renda.

Para muitos microempreendedores individuais e pequenos empreendedores, a busca por maneiras de ganhar dinheiro extra em casa já é uma realidade.

Se você precisa de novas fontes de renda durante a crise, separamos aqui 6 soluções para você gerar novas economias sem sair de casa:

1 – Trabalhe com refeições por encomenda

Como uma boa parcela da população está isolada em casa, o volume de pedidos de alimentos para entrega à domicílio aumentou.

Se você tem talentos culinários e quer aproveitar o tempo em casa para explorá-los, agora é a hora. Invista na sua especialidade gastronômica e produza suas refeições para vendê-las.

Você pode começar seu empreendimento divulgando suas especialidades pelas redes sociais e, assim que a demanda aumentar, pode migrar para os aplicativos de delivery, como o iFood, o Rappi e o Delivery Much.

Mas lembre-se de dedicar um cuidado extremo com a higiene dos alimentos, embalagens e também de si mesmo ao sair de casa para realizar as entregas.

2 – Ofereça aulas e cursos online

Que tal aproveitar o tempo livre em casa para ganhar uma renda extra com o que você sabe fazer bem?

Explore seu conhecimento específico em alguma língua ou alguma habilidade (como o canto, a costura, a ginástica e etc) e ofereça cursos online ou venda ebooks com conteúdo exclusivo.

Caso você já trabalhe com isso, pode utilizar os programas de videoconferência (como o Zoom) para continuar transmitindo suas aulas remotamente.

3 – Venda objetos que não usa mais

Outra maneira de obter renda extra durante a quarentena é colocando à venda utensílios, roupas, livros, itens de decoração e tudo o que não for mais útil em sua casa.

Separe todos os objetos que estejam em bom estado e anuncie nas redes sociais e em sites de vendas, como o Enjoei, o Mercado Livre e a OLX.

E seja responsável com o envio dos produtos! É importante higienizar tudo de maneira correta para garantir a segurança de quem os receberá.

4 – Invista nos seus conhecimentos e aptidões

Se você gostar de costura, pintura ou qualquer outro tipo de artesanato, pode aproveitar essa aptidão para começar a vender seus produtos durante a pandemia.

Outra possibilidade é oferecer serviços que você tenha conhecimento prático, como edição de vídeos, reformas, manutenção de automóveis, conserto de roupas e materiais, entre outros.

5 – Divulgue seus serviços

Além de utilizar as suas redes sociais pra divulgar os serviços ou produtos que tem a vender, você pode ter o auxílio de algumas plataformas digitais para impulsionar sua divulgação.

Sites como o GetNinjas e o 99Freelas te conectam a outras pessoas que procuram a contratação de serviços parecidos com o que você oferece.

6 – Recorra ao auxílio emergencial do Governo

Está disponível, desde abril, o saque do auxílio emergencial de R$ 600 por pessoa.

O auxílio é um benefício financeiro pago durante 3 meses aos trabalhadores informais, MEI, autônomos e pessoas desempregadas durante a crise causada pela pandemia.

Se você se encaixa no perfil dos beneficiários desse auxílio, pode se cadastrar no aplicativo da Caixa para Android ou iOS e solicitar o pagamento.

Procure maneiras seguras e simples de garantir uma renda extra durante a quarentena e aproveite o tempo em casa para explorar conhecimento.

É MEI ou possui uma micro e pequena empresa e está a procura de dicas para contornar a crise no seu negócio? Clique aqui e entre em contato conosco!



Deixe uma resposta