4 dicas valiosas para voltar das férias sem dívidas!

Organizar o dinheiro das férias ainda é um desafio para muitos. Isso porque, no mês tão sonhado de descanso, o profissional recebe de uma só vez o adiantamento de férias e a bonificação de ⅓ sobre a remuneração prevista em lei.

Esse adiantamento deixa a conta “gorda”, e dá a sensação de que se está ganhando muito dinheiro extra. Porém, no mês seguinte, o adiantamento de férias é descontado e a remuneração vem bem abaixo do normal. Pensando nisso
separamos 4 dicas valiosas para evitar dores de cabeça na volta das férias!

Dica 1 – Planeje o mês seguinte

Primeiro, pague todas as contas básicas do mês atual, como água, luz, aluguel, internet e outros débitos fixos. Depois, reserve parte do salário das férias para garantir o pagamento dessas mesmas contas no mês seguinte. Assim, você não corre o risco de faltar dinheiro quando as datas de vencimento chegarem.

O que sobrar depois disso é o que você poderá usar de outras maneiras durante as férias. Distribua bem os gastos com lazer entre o mês de descanso e o mês de volta ao trabalho, para que você possa se divertir com tranquilidade quando as férias acabarem.

Dica 2 – Guarde uma parte do dinheiro das férias em um conta separada

Essa é uma boa dica para evitar gastar por engano a parte dos recursos que você separou para depois das férias.

Dica 3 – Antecipe os pagamentos

Essa também é uma ótima saída. Afinal, em alguns casos, como mensalidades escolares, é possível negociar
descontos ao pagar antes do vencimento.

Dica 4 – Invista o dinheiro das férias que não pretende gastar imediatamente

Guardar parte do pagamento das férias já é um grande passo para ter uma vida financeira mais saudável.

Fonte: https://blog.acordocerto.com.br